Archive for março \14\UTC 2009

A História da TSR – Parte I

14/03/2009

A história da TSR se confunde com a história do próprio hobby. Além de publicar o primeiro e mais importante RPG do mundo, Dungeons & Dragons, foi a primeira a ter sucesso e alcançar um grande público, sendo essencial para a difusão dos RPG’s ao redor do mundo. Nessa série de artigos, contarei a história da TSR de sua criação até a sua aquisição pela Wizards of the Coast. Não entrarei em muitos detalhes sobre os jogos produzidos. Em outras oportunidades, farei artigos sobre todas as edições de D&D até a 2E e também sobre outros jogos publicados pela editora.

  • Tactical Studies Rules

A primeira “encarnação” da TSR foi a Tactical Studies Rules, criada por Gary Gygax e Don Kaye em Outubro de 1973 para publicarem um novo jogo chamado The Fantasy Game. Gygax tinha oferecido o jogo para a Avalon Hill Games, que rejeitou a oferta. Eles não tinham interesse em um jogo sem “vencedores e derrotados”. Para criar a empresa, Gygax e Kaye juntaram 2400 dólares. Cada um deles tinha 50% da empresa. Notem que Dave Arneson, co-criador do D&D, ficou de fora da sociedade.

Logo da Tactical Studies Rules: o G de Gygax e o K de Kaye

Logo da Tactical Studies Rules: o "G" de Gygax e o "K" de Kaye

No entanto, o primeiro produto publicado pela Tactical foi um jogo de miniaturas chamado Cavaliers and Roundheads, que se passa na Guerra Civil Inglesa (século XVII). Segundo Gary, ele foi feito apenas para gerar receita para a produção de D&D. No entanto, não foi o suficiente. A vontade de Kaye e Gygax era publicar o jogo (agora chamado de Dungeons & Dragons) imediatamente. Assim, em 1974, Brian Blume foi admitido na empresa como uma parte igual (agora, cada um dos donos tem 33%), em troca de investir capital na produção de D&D.

Capa de Cavaliers and Roundheads

Capa de Cavaliers and Roundheads

A primeira edição foi produzida, com impressão inicial de 1000 volumes. Todos eles embalados à mão por Gary (no porão de sua casa) e seus parceiros. A primeira venda ocorreu no fim de Janeiro de 1974, para um jogador. Em Setembro, os 1000 volumes já tinham sido todos vendidos. A Tactical trabalhava com venda direta para os jogadores, através dos correios; algumas poucas lojas de wargames encomendavam 25, 30 edições. O jogo era vendido a 10 dólares, mais um conjunto de dados por 3,50. Em Outubro/1974, foi produzida a segunda impressão de 2000 volumes, esgotada em Maio. Com a divulgação boca-a-boca de D&D ao redor dos Estados Unidos, a Tactical Studies Rules começava a crescer: Tim Kask foi contratado para ser o Editor de Publicações, sendo o primeiro empregado da empresa.

No entanto, vítima de um ataque do coração, Don Kaye morre em 1975. Problemas com a esposa de Kaye (segundo Gary, era impossível trabalhar com ela) dão um fim à parceria, que é refeita por Blume e Gygax. Mas isso é assunto para a segunda parte do artigo.

O Renascimento Old School – Parte IV

08/03/2009

As fanzines surgiram para dar suporte aos simulacros, assim como revistas como Dungeon, White Dwarf e outras faziam antigamente. A maioria dos artigos são feitos pela própria comunidade, por antigos jogadores que hoje são donos de vários blogs que tratam do assunto. Temos aventuras, artigos “gerais”, cenários, NPCs, et cetera.

Duas delas são as mais relevantes:

  • Fight On!:

Criada no início de 2008, foi a pioneira no gênero. O nome é baseado na penúltima ilustração do Volume 3 do Original D&D, um guerreiro (ou Fighting-Man) brandindo uma espada e embaixo os dizeres “Fight On!” (inclusive essa imagem foi “copiada” na capa da #1). Mais old school, impossível.

Começou de forma tímida, sua primeira edição tinha apenas 30 páginas. O sucesso foi tanto, que a segunda veio com 88 páginas, a terceira com 145 e a quarta (e até o momento, a última edição lançada) com 122. Já teve em suas páginas artigos de pessoas como Dave Arneson (co-criador do D&D). Dá suporte aos mais famosos simulacros: OSRIC, Basic Fantasy, Swords & Wizardry, etc.

Capa da Fight On! #3

Capa da Fight On! #3

É lançada trimestralmente, cada edição corresponde à uma estação do ano. Assim, a primeira edição foi a Spring 2008, a segunda Winter 2008 e assim por diante. Pode ser comprada em .pdf e físicamente, pelo site da revista na Lulu.com.

  • Knockspell:

Sua primeira edição foi lançada à pouco tempo, em Fevereiro/2009. É produzida pela Mythmere Games, a mesma que é responsável pelo Swords & Wizardry, mas não dá suporte somente ao seu jogo. Assim como a Fight On!, traz em suas páginas material para os principais retrô-clones, que podem ser convertidos sem muita dificuldade. Esse é um dos objetivos da revista, fazer material o mais “aberto” possível para mestres e jogadores usarem em seus jogos.

Knockspell #1

Knockspell #1

A primeira edição contém 61 páginas e duas aventuras completas. Contém também um artigo de Tim Kask, que foi editor de diversos produtos da TSR, entre eles o suplemento Blackmoor e as primeiras 34 edições da revista The Dragon (que viria a se tornar só Dragon). A capa é do incrível Pete Mullen, que também desenhou as capas das duas versões de S&W.

Assim como a FO!, é também vendida em .pdf e físicamente pela Lulu.com, na página da Mythmere Games.

________________________

Alguns periódicos de menos importância também surgiram nos últimos anos, como a Old-School Gazette, da Expeditious Retreat Press, e a Scribe of Orcus, da Goblinoid Games. As duas tem o mesmo padrão, pdf’s com cerca de 5 páginas que dão suporte aos principais retrô-clones (somente OSRIC, no caso da Gazette). Você pode comprá-las aqui e aqui (a primeira edição da Gazette é gratuita).

Scribe of Orcus #1

Scribe of Orcus #1

As fanzines foram uma idéia que deu certo. Eu não me surpreenderia se surgissem mais algumas nos próximos meses.

________________________

E assim termino a série de artigos sobre o Renascimento Old School. Creio que dei um bom panorama da situação, sobre quem faz e o que fazem. Qualquer novidade no movimento, e ele volta a aparecer por aqui.

Mas eu estou preparando muita coisa legal para o blog, que vai aparecer nos próximos meses. Fiquem atentos! Até!

1 Ano

04/03/2009
Ernest Gary Gygax 1938 - 2008

Ernest Gary Gygax 1938 - 2008

Hoje faz 1 ano que morreu Gary Gygax, um dos criadores do D&D e do RPG, considerados por muito como o primeiro DM.

Então resolveram escolher o 4 de Março com o dia do DM. Parabéns para todos. E obrigado por tudo, Gygax!

EDIT: Fui corrigido (corretamente) pelo Daniel Anand, do Rolando 20. “Escolheram o 4 de Março, que faz trocadinho em Inglês com Marchar pra frente, em 2002. E o grande mestre morreu no mesmo dia, dando ainda mais importância ao dia.”. Obrigado!

O Renascimento Old School – Parte III

03/03/2009

Com a OGL e a possibilidade de publicar seu próprio material, surgiram várias editoras amadoras, que trabalham principalmente com a venda de .pdf e com print-on-demand. Além disso, editoras já existentes passaram a dar suporte a jogos old school. A seguir, a lista com as principais editoras que dão suporte ao estilo de jogo old school (e não necessariamente publicar ou produzir material para jogos old school, embora a maioria o faça):

  • Adventure Games Publishing: publica principalmente material para Castles & Crusades (tem a licença da Troll Lord Games para isso), como o cenário de campanha Wilderlands of High Adventures. A maioria de seus trabalhos é em .pdf, que são vendidos em sites como o Drive Thru RPG e o RPG Now.
  • Brave Halfling Publishing: teve seu início em 2008, como editora amadora. Já publicou material para Labyrinth Lord, OSRIC e OD&D. No início de 2009, anunciou que iria se tornar uma editora real, deixando de usar serviços de print-on-demand e publicando seus trabalhos por si mesmo. Em Março, pretende criar um website oficial onde serão vendidos os livros já publicados. A editora pretende continuar vendendo em .pdf.
Capa do suplemento Delving Deeper: Monk, feito pela Brave Halfling Publishing para Labyrinth Lord

Capa do suplemento Delving Deeper: Monk, feito pela Brave Halfling Publishing para Labyrinth Lord

  • Elf Lair Games: é a responsável pelo RPG Spellcraft & Swordplay, só tendo lançado até hoje suplementos para esse jogo. Trabalha com pdf’s e print-on-demand.
  • Expeditious Retreat Press: publica aventuras para OSRIC, numa série (que já tem 8 volumes) chamada Advanced Adventures. Não se prende à jogos old school, trabalhando também com o D&D 4ª Edição. Vende seus livros fisicamente e em .pdf.

Capa de Advanced Adventures #8

Capa de Advanced Adventures #8

  • Goblinoid Games: é a responsável por Labyrinth Lord, Mutant Future e GORE (falarei deles em breve). Trabalha com print-on-demand, através do site Lulu.com, e com .pdf’s (gratuitos, no caso dos livros básicos dos jogos).
  • Goodman Games: não publica ou dá suporte a nenhum retrô-clone, mas através de sua série Dungeon Crawl Classics (aventuras para 3.x, no mesmo estilo dos antigos módulos) foi uma grande influência no Renascimento Old School.
  • Kenzer & Company: produz HackMaster e seu cenário, Kingdoms of Kalamar. Dá suporte ao jogo através de revistas mensais e criou uma associação aos moldes da RPGA. É a maior de todas as editoras listadas aqui, junto com a Troll Lord Games. Seus jogos são mais “mainstream”, podendo ser encontrados fácilmente em lojas como a Amazon.com.
  • Mythmere Games: responsável pelo jogo Swords & Wizardry, além de dar suporte ao OSRIC e ao Labyrinth Lord. Vende seus livros (impressos) pela Lulu.com. As regras dos jogos são gratuitas em .pdf.
  • Necromancer Games: não publica material para jogos old school, mas usa a abordagem da velha escola em seus produtos. O lema da editora é: “Regras da terceira edição, clima da primeira edição”. Assim como a Goodman Games, é de certa forma responsável pelo interesses nos jogos antigos.
  • Pied Piper Publishing: lança produtos principalmente para a 1E (ou OSRIC), mas existem alguns para o Sistema d20 em seu catálogo. Vende seus livros em seu próprio site, usando o PayPal para receber os pagamentos.
  • Troll Lord Games: é a editora responsável por Castles & Crusades e até pouco tempo atrás publicava a obra de Gary Gygax, como Castle Zagyg e um jogo chamado Lejendary Adventures. Produz a revista mensal The Crusader, que dá suporte ao C&C. Assim como no caso da Kenzer & Co. seus jogos são fácilmente encontrados em grandes redes de lojas/livrarias.

Foi criado um grupo na Lulu.com chamado Old School Renaissance, que tenta agrupar todas as editoras que trabalham com o site, ficando mais fácil encontrar os produtos. Atualmente há muitas discussões sobre o serviço que o site presta, principalmente porque o frete internacional é absurdo. Façam uma simulação de preço depois, é mais fácil comprar cartuchos de tinta e tentar imprimir tudo em casa (principalmente com o dólar por volta de R$2,40).

Alguns jogos não apareceram na lista porque seus criadores não “assumiram a identidade” de uma editora, como é o caso do Basic Fantasy RPG, que é publicado por Chris Gonnerman e “só”.

________________________

Na próxima parte do artigo as “magazines” que, nos moldes da Dragon e da Dungeon, dão suporte aos “simulacrum games”.

Troca de links

01/03/2009

Se alguém quiser que eu coloque o link para o seu site/blog/fórum alí do lado > é só deixar um comentário. Tudo o que peço é que coloque o link para o Old School também 🙂

Caso alguém já tenha colocado o Old School em seu blogroll, é só me avisar que eu devolvo a gentileza.

No máximo na terça-feira eu postarei a terceira parte do artigo sobre o Renascimento Old School.

Até!